Crescimento e valorização de casas de carnes gourmet

O consumo de carne bovina tem crescido cada vez mais entre os brasileiros, principalmente após a adoção de novos hábitos com a restrição do lazer somente em casa.

Para se ter uma ideia, de acordo com o estudo “Varejo de Alimentos: Açougue”, do Sebrae, este segmento é responsável por movimentar a nossa economia, pois consumimos cerca de 38,6% de carne e o Brasil é considerado o segundo maior produtor no mundo (16,3%). E mesmo com a crise, as pessoas passaram a considerar a compra de um produto de melhor qualidade para o churrasco diante da alta nos preços de carnes comuns.

Ou seja, a demanda não só aumentou, como também mudou. O mercado abriu espaço para o crescimento e valorização das casas de carnes gourmet, que oferecem boas marcas, cortes nobres e certificados, peças embaladas à vácuo, insumos e acessórios para churrasco, além de outros alimentos e kits personalizados deste universo e um atendimento diferenciado, em que atendentes se tornaram consultores de carnes.

Indo na contramão dos açougues tradicionais, este nicho possui grande potencial de crescimento e se torna muito mais abrangente, sendo ideal para o público que busca qualidade e uma nova experiência gastronômica a cada compra. O churrasco é uma paixão nacional e sua demanda sempre será alta.